terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Ainda sou teu amigo

Faz tempo que  já não falas mais comigo
Nossas  madrugadas não são mais as mesmas
O teu dia-a-dia é tão estranho para mim
E estás distante por quê?

Teus joelhos já não se dobram mais
A madrugada era nossa confidente
O que na vida te trai?
O que te fez parar de ser crente?

Vem, dobra teu joelho
Vem, fala de teu desespero
Vem, eu quero te ajudar.

Se estiveres fraco, vou te fortalecer
Se estiveres com sede, vou te dar de beber
Se estiveres com fome, vou te alimentar
Sou teu amigo, sempre vou te amar.

Seja fiel comigo, amigo
Vamos reatar nosso pacto
Venha lutar com Cristo
E vencer a maldade do diabo.

JSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário